sexta-feira, março 27, 2009

A Deusa que há em mim!


PERSÉPHONE
A FILHA

Herdeira única de Deméter e Zeus, foi raptada ainda virgem por Hades, que a conduziu ao inferno e a fez sua noiva contra a vontade. Acabou voltando para o mundo superior, mas antes comeu sementes de romã que Hades lhe ofereceu. Esse ato culminou numa ligação eterna com o inferno, o mundo do inconsciente e da introspecção.

A Mulher Perséphone:
Parece bem mais jovem do que é e tem um jeito de menina no olhar. Aceita o destino com paciência, sem grandes rebeldias. Por ser introvertida, às vezes passa a imagem de tímida. Prefere cargos em que não tenha de tomar decisões. Destaca-se em profissões artísticas ou esotéricas.



Perséphone e os outros:
A ligação com a mãe é fortíssima, para não dizer castradora. Os homens que se aproximam [e sempre são eles que tomam a iniciativa] costumam tratá-la como boneca, regrando seu modo de agir. A sexualidade fica adormecida até a chegada de um “príncipe”, que a desperta para o prazer. Não gosta de conflitos e usa os talentos mediúnicos para acalmar as coisas. Sua melhor amiga tem, em geral, personalidade forte.



Desafios:
Perséphone sofre para dizer sim. Cumprir compromissos lhe parece um peso. Afinal, tem todo o tempo do mundo para fazer as coisas! “Sua tarefa mais árdua é pôr os pés na realidade”, afirma Neusa Steiner.

Quer saber a deusa que há em você?
Teste sua deusa AQUI.

2 comentários:

  1. Oie...
    Fiz o teste tá?
    E a minha deusa é Athena!
    Postei lá no meu blog, ok?
    Bjkas

    Brigadu por compartilhar....

    ResponderExcluir
  2. Fiz o teste e deu o mesmo resultado que o seu Pérsephone...
    E pra dizer a verdade...é td verdade.
    bjos

    ResponderExcluir